×

Para o Brasil crescer com confiança

Amanhã os convencionais do MDB se reúnem para oficializar o único projeto capaz de fazer o Brasil avançar com confiança. Quero ser candidato à Presidência da República para que os brasileiros voltem a acreditar na sua capacidade de crescer e de construir um País melhor.

Em 60 dias, visitei quase todos os Estados, ouvindo lideranças políticas, empresariais e religiosas. Colhi sugestões e debati soluções. O Brasil está cansado da briga de extremos de esquerda e direita, que querem nos levar a um passado que deu errado. Os altos índices de indecisos nas pesquisas mostram que o eleitor desconfia, com razão, dessas alternativas ultrapassadas. Temos o melhor programa para o Brasil seguir em frente, com propostas modernas, eficientes, equilibradas.

Trago a experiência de quem obteve êxito na iniciativa privada e na gestão pública. Tenho a biografia íntegra e a consciência honesta de que devo retribuir, com trabalho e espírito público, o que a educação pública do Brasil me proporcionou.

Nasci em Goiás, no coração geográfico do País, e estudei em escola pública. Formado em engenharia pela USP, com mestrado pela UFRJ, fui o primeiro e único brasileiro a presidir uma instituição financeira global. Presidente mundial do BankBoston, comandava filiais em 32 países do mundo, com centenas de bilhões de dólares em investimentos. Zelei com correção pela confiança que mais de 20 milhões de famílias depositaram em mim, na minha equipe, na instituição que comandei.

Deixei a iniciativa privada e me tornei o deputado federal mais votado da história do meu estado, em 2002. Chamado pelo presidente Lula para administrar o Banco Central, lá permaneci por oito anos, produzindo os melhores resultados da economia brasileira em décadas. A inflação baixou, os juros caíram, as reservas cambiais aumentaram e o Brasil cresceu à média de 4% ao ano. Uma transformação feita com dedicação e confiança que gerou um saldo de mais de 10 milhões de empregos com carteira assinada e permitiu a ascensão social de dezenas de milhões de brasileiros.

Convidado pelo presidente Temer para tirar o Brasil da sua mais grave recessão da história, causada pelos erros de gestão do governo Dilma, montamos o dream team da economia. Em um ano, demos uma virada radical: a recessão de quase 8% do PIB ficou para trás e voltamos a crescer. A inflação despencou de mais de 10% para menos de 3% ao ano. Os juros são os menores da história.

O mundo para mim não se divide entre quem gosta do Lula e quem não gosta. Entre quem gosta do Temer e quem não gosta. O mundo se divide entre quem está presente quando o Brasil precisa e quem se omite. Fui enfrentar a crise, enquanto muitos que estão aí agora, se dizendo salvadores da pátria, se esconderam.

Quem hoje canta soluções fáceis para nossos problemas não apresentou nenhuma proposta na hora em que o Brasil precisou. Nunca gastou uma gota de suor para tirar o Brasil do atoleiro da Dilma. Eles agora querem voltar ao passado. Nós queremos construir um futuro novo, próspero, ousado, solidário, com igualdade de oportunidades. Queremos uma nação integrada ao mundo e contemporânea do século 21.

Na educação, por exemplo, nosso programa prevê investimento forte em creches e pré-escola para mudar esse sistema que perpetua as desigualdades. A educação, desde a primeira infância, é a chave para igualar oportunidades no futuro. Vamos criar um sistema de financiamento, como o ProUni, para que as mães e os pais de famílias mais carentes possam ter a garantia de vaga nas creches para seus filhos pequenos.

Temos excelentes programas para educação, saúde, segurança, infraestrutura, agricultura, meio ambiente, transporte, saneamento, habitação. Mas no mundo de hoje não basta ter ideias corretas. Elas precisam ser realistas, bem planejadas e precisam ser implantadas com eficiência, como eu sempre fiz. Na eleição deste ano, cada brasileiro terá o poder de decidir quem será o melhor gestor, quem tem capacidade para fazer reformas, para criar uma nova política. Eu me preparei para liderar essa transformação.

Vamos, a partir de hoje, construir uma nova história para um Brasil do tamanho dos nossos sonhos.

       Artigo de Henrique Meirelles publicado na Folha de São Paulo em 01/08/2018.

Meirelles lançará ‘pacto de confiança’ e ‘ProUni infantil’ em convenção do MDB

Fonte: Bahia Notícias

O pré-candidato do MDB ao Planalto, Henrique Meirelles, vai aproveitar a convenção do partido na quinta-feira (2) para lançar um pacto de confiança, no qual defenderá a política como principal forma de resolver os problemas do país, além do Pró-Criança, um programa social inspirado no Programa Universidade Para Todos (ProUni), só que desta vez, destinado à primeira infância.

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, Meirelles vai defender o investimento na educação de base como forma de diminuição da desigualdade. O funcionamento do Pró-Criança, que estará detalhado no programa de governo do presidenciável – ainda sem data de lançamento prevista -, segue a mesma lógica do ProUni, uma das principais bandeiras dos governos do PT.